A RELAÇÃO DE TRABALHO NO ASSENTAMENTO DE REFORMA AGRÁRIA “CONQUISTA DA LIBERDADE” RS/BRASIL

  • Jussara Mantelli Universidade Estadual de Maringá – Brasil.
  • Michelle Rodrigues Nóbrega Universidade Estadual de Maringá – Brasil.
  • Tânia Ferreira da Luz Universidade Estadual de Maringá – Brasil.
Palabras clave: Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Desenvolvimento sustentável, Agroecologia, Assentamento.

Resumen

A presente pesquisa tem como objetivo relatar e informar o desenvolvimento da agricultura familiar realizada no assentamento do MST, Conquista da Liberdade, localizado no município de Piratini, no Rio Grande do Sul, caracterizando a possibilidade de reprodução familiar baseada em uma agricultura agroecológica e a sua sustentabilidade, bem como a organização, estrutura e produção da COOPAVA-Cooperativa Agropecuária Vista Alegre, que nasceu da necessidade de desenvolvimento do assentamento. Além disto, visa mostrar outro enfoque do movimento dos trabalhadores rurais sem terra - MST, a sustentabilidade agrícola, ou seja, relatar toda a articulação que o movimento proporciona, para que tal empreendimento alcance seus objetivos, já que na maioria das vezes, o movimento é mostrado pela mídia escrita e falada, apenas no que se refere aos confrontos que ocorrem pela luta e posse da terra a ser conquistada e os problemas da violência.

 

Biografía del autor

Jussara Mantelli, Universidade Estadual de Maringá – Brasil.
Graduanda pela Universidade Estadual de Maringá – Brasil.
Michelle Rodrigues Nóbrega, Universidade Estadual de Maringá – Brasil.

Graduado pela Universidade Estadual de Maringá – Brasil. 

Tânia Ferreira da Luz, Universidade Estadual de Maringá – Brasil.

Graduanda pela Universidade Estadual de Maringá – Brasil. 

Cómo citar
Mantelli, J., Rodrigues Nóbrega, M., & Ferreira da Luz, T. (1). A RELAÇÃO DE TRABALHO NO ASSENTAMENTO DE REFORMA AGRÁRIA “CONQUISTA DA LIBERDADE” RS/BRASIL. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/2409