TECNOLOGIA E TERRITÓRIO NA PERIFERIA DO CAPITALISMO MUNDIALIZADO: TENTATIVA DE DESCONSTRUÇÃO DA VISÃO HEGEMÔNICA DE C&T NO BRASIL

  • Ivo Marco Theis Universidade de Blumenau e pesquisador do CNPq,
Palabras clave: Brasil, Ciência e tecnologia, Território

Resumen

 

O tema desta intervenção são os múltiplos aspectos relativos à territorialidade do processo de acumulação que teve lugar no Brasil, dos anos 1980 aos anos 2000, a partir de seu desenvolvimento científico e tecnológico. Trata-se de desvelar as relações entre ciência e tecnologia (C&T), dinâmica do desenvolvimento econômico e desigualdades sócio-espaciais. Portanto, o principal objetivo é examinar a relação entre desenvolvimento científico e tecnológico, desenvolvimento econômico e desenvolvimento social no Brasil no período recente. Para tanto, busca-se analisar indicadores selecionados do desenvolvimento brasileiro e verificar como eles se manifestam no território. Parte-se da hipótese de que as políticas de C&T adotadas no Brasil no período recente, assim como a atuação dos sujeitos e instituições que produzem e consomem C&T (e, assim, informam as políticas adotadas) condicionam o processo de desenvolvimento socioeconômico e sua configuração geográfica.

Biografía del autor/a

Ivo Marco Theis, Universidade de Blumenau e pesquisador do CNPq,
Economista, doutor em Geografia pela Universität Tübingen/Alemanha, professor do PPGDR
Cómo citar
Theis, I. (1). TECNOLOGIA E TERRITÓRIO NA PERIFERIA DO CAPITALISMO MUNDIALIZADO: TENTATIVA DE DESCONSTRUÇÃO DA VISÃO HEGEMÔNICA DE C&T NO BRASIL. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/2724