O TRABALHO DE CAMPO COMO UM INSTRUMENTO DE TRABALHO PARA O INVESTIGADOR EM GEOGRAFIA AGRÁRIA

  • Jose Glaucio Marafon Universidad Estadual de Rio de Janeiro (UERJ)
Palabras clave: espaço rural, trabalho de campo em geografia agrária

Resumen

Procuramos mostrar, nesse ensaio, como o espaço rural torna-se mais complexo e continuamente subordinado aos interesses da cidade e analisamos algumas características presentes no espaço rural brasileiro e como foram alteradas as relações campo cidade. Destarte, apresentamos o trabalho de campo para auxiliar os investigadores a compreender esses processos, pois esse procedimento nos auxilia a articular a teoria e a prática, devemos, em nossas pesquisas, ir além do gabinete, Assim, faremos, em um primeiro momento, uma explanação sobre as transformações em curso no espaço rural e, posteriormente, teceremos algumas considerações sobre a pratica de trabalho de campo para investigar essas transformações.

Abstract

Field work as a working tool to the agrarian geography researcher

This essay attempts to show how the countryside becomes more complex and grows continuously subordinated to the urban interests. It analyzes some characteristics from the Brazilian rural area, especially how the relationship between the countryside and the city has changed. For that, it presents the field work as a way of helping researchers understand these processes, for it’s a methodological procedure useful to articulate theory and practice and to force researchers go out and beyond their offices. Firstly, an explanation on the current changes in the countryside is made; then, some considerations on the field work practice are made regarding the investigation of theses changes.

 

Cómo citar
Glaucio Marafon, J. (1). O TRABALHO DE CAMPO COMO UM INSTRUMENTO DE TRABALHO PARA O INVESTIGADOR EM GEOGRAFIA AGRÁRIA. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/3108