ANÁLISE DO PEQUENO ESTABELECIMENTO RURAL NO RECÔNCAVO BAIANO: O ESCOAMENTO DA OLERICULTURA

  • Jean da Silva Santos Universidad Federal de Bahía
  • Catherine Prost Universidad Federal de Bahía
Palabras clave: Redes, Circuitos Econômicos, Olericultura, Agricultura Familiar

Resumen

Trata-se de uma descrição e análise da questão das redes e dos dois circuitos econômicos a partir do pequeno estabelecimento rural no Recôncavo Baiano. Tem-se como referência o território da olericultura, o qual corresponde ao povoado do Tanque de Senzala, pertencente ao município de Santo Amaro – BA. O aspecto levantado nesse estudo é aquele da produção e do escoamento da olericultura promovida na agricultura familiar, mas precisamente pelo pequeno produtor rural, quando destacado em sua classe por abranger melhores condições de infra-estrutura, possibilitando a otimização dos aspectos produtivos e de distribuição. Para identificar tais agentes, foram aplicados 73 formulários como universo de pesquisa nos meses de outubro e novembro de 2008, nos quais inferiu-se os inputs, a entrada de insumos agrícolas, e outputs, a saída de mercadorias do território. Estes agentes se diferenciam dos demais por se lançarem no espaço baiano, “eliminando” a figura do atravessador com o objetivo de melhorar os seus lucros, fazendo assim o traçado das redes que ligam o território a alguns fixos pertencentes ao circuito superior e inferior da economia da Região Metropolitana de Salvador, e do interior do estado, a exemplo de Feira de Santana. Um aspecto conclusivo reside na importância da rede geográfica concreta, originada da comercialização, tendo como natureza o fluxo de pessoas e mercadorias. Sua dimensão temporal é a frequência periódica de velocidade lenta por causa de sua base rodoviária; sua dimensão espacial segue um modelo dentrítico em escala regional. Nessa senda as redes geográficas contribuem para a fluidez dos produtos originados no território da olericultura e representam a base concreta para a geração de emprego e renda para a classe dos produtores rurais.

Biografía del autor

Jean da Silva Santos, Universidad Federal de Bahía

Mestre em Geografia/UFBA
Professor de Geografia Ensino Fundamental II e EJA do Município de Feira de Santana - BA.
Professor Auxiliar da Universidade do Estado da Bahia/ UNEB Campus XI- Serrinha-BA.
Coordenador do Curso de Licenciatura em Geografia/ UNEB Campus XI - Serrinha- BA.

Catherine Prost, Universidad Federal de Bahía
Professora e Coordenadora do Mestrado em Geografia/UFBA
Cómo citar
da Silva Santos, J., & Prost, C. (1). ANÁLISE DO PEQUENO ESTABELECIMENTO RURAL NO RECÔNCAVO BAIANO: O ESCOAMENTO DA OLERICULTURA. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/3592