O ESTUDO DA CIDADE E DO CIDADÃO: A CLASSE COMO INTERVENÇÃO DIDÁTICA PARA ENSINAR GEOGRAFIA

  • Ana Claudia Ramos-Sacramento Universidad de Estado de Rio de Janeiro

Resumen

O objetivo deste artigo é discutir como as aulas de Geografia, a partir de uma didática histórico-crítica, pode ser pensada como um referencial teórico sobre os conteúdos e conceitos de cidade e de urbano. Compreender o mundo atual tem sido o desafio dos docentes na escola básica, pois diferentes recursos didáticos, conceitos e metodologias têm surgido ou emergido para repensar os caminhos de mediar o conhecimento. A partir da metodologia de pesquisa da etnografia escolar buscamos compreender o espaço da aula de sala e como construir formas de ensinar de maneira crítica e reflexiva. As atividades apresentadas foram realizadas em turmas de 2º e 3º anos do Ensino Médio, em duas escolas públicas do Estado do Rio de Janeiro. Os resultados mostram que ao trabalhar com esta concepção didática, os estudantes se tornam sujeitos ativos.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Ana Claudia Ramos-Sacramento, Universidad de Estado de Rio de Janeiro
Acadêmica, Universidad de Estado de Rio de Janeiro – Brasil-BR. Correo eletrócnico: anaclaudia.sacramento@hotmail.com

Citas

Abreu, M. de A. (2011) A Evolução urbana do Rio de Janeiro. 4. ed. Rio de Janeiro:

IplanRIO.

André M. (2000). Etnografia da prática escolar. 5. ed. Campinas, SP: Papirus.

Castellar, S. (2011). “A cidade como método de estudo na educação geográfica”. In:

Lache, N. M. & RODRIGUES, A. C. Ciudades Leídas Ciudades Contadas: La ciudad latino-americana como escenario didáctico para la enseñanza de la geografía. Bogotá: Universidad Distrital Francisco José de Caldas,153-170.

Cavalcanti, L. S. (2011). A Geografia Escolar e a Cidade: ensaios sobre o ensino de

Geografia para a vida urbana cotidiana. Campinas-SP: Papirus.

Cavalcanti, L. S. & Morais, E. M. B. de. (2011). “A cidade, os sujeitos e suas práticas

espaciais cotidianas. In: Cavalcanti, L. S. & Morais, E. M. B. de (Org.). A cidade e seus sujeitos. 1aed.Goiânia: Editora Vieira, 01, 13-30.

Couto, M. A. C. (2011). Método dialético na Didática da Geografia. In: Cavalcanti, L. S.;

Bueno, M. A. & Souza, V. C. de. (Org.). Produção do conhecimento e Pesquisa no Ensino de Geografia. 1 ed. Goiânia-GO: Ed. da PUC Goiás, 27-44.

Correa, R. L. (1999). O espaço urbano. São Paulo: Editora Ática.

Franco, M. A. S. & Ghedin, E. Questões de método na construção da pesquisa em educação.

São Paulo: Cortez, 2008. (Coleção Docência em formação. Séries saberes pedagógicos).

Gasparin. J. L. (2002). Uma didática para a pedagogia histórico-crítica. São Paulo:

Autores Associados.

Harvey, D. (1980). A justiça social e a cidade. São Paulo: Editora Hucitec.

Lefebvre, H. (2001). O Direito à Cidade. São Paulo: Centauro.

Lefebvre, H. (1999). A Revolução Urbana. Belo Horizonte: Ed. UFMG.

Libâneo, J. C. (2004). A didática e a aprendizagem do pensar e do aprender: a Teoria

Histórico-cultural da Atividade e a contribuição de Vasili Davydov. Revista Brasileira de Educação. 27 (27), 5-24.

Martija, A. A., Lagomarsino, C. B., Sterquel, R. F. y Silva, V. S. (2012). “Formación

ciudadana desde la perspectiva de la Educación Geográfica”. In: Palacios, F. A. Formación Ciudadana desde la Educación Geográfica. Serena: Editorial Universidad de la Serena, 19-74.

Moreno, E. A. R, (2011) ¿Por qué una didáctica de la ciudad Latinoamericana? In:

Moreno, N. L. et al. (org). Ciudades Leídas, Ciudades Contades. Bogotá: Editorial Universidad Distrital Francisco José de Caldas. 7-21.

Rodríguez, A. C.; Barrera, C. A. Z. (2011) Percibir y aprender el espacio de la ciudad en la

ciudad. IN: Moreno, N. L. et al. (org). Ciudades Leídas, Ciudades Contades.

Bogotá: Editorial UD (Editorial Universidad Distrital Francisco José de Caldas),

-152.

Sacramento, A. C. R. (2012). Diferentes Linguagens na Educação Geográfica da Cidade do

Rio de Janeiro. Revista Continentes (UFRRJ), 1 (1), 97-118.

Sacramento, A. C. R. (2014). A mediação didática do estudo da cidade e o trabalho de

campo: diferentes formas de ensinar geografia. In: Castellar, S. (Org.). Geografia Escolar: contextualizando a sala de aula. 1ed. Curitba: CRV, 103-118.

Santos, M. (1996). A Natureza do Espaço: técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo:

Editora Hucitec.

Saviani, D. (2003). Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. Campinas:

Autores Associados.

Souza, M. L. de. (2011). ABC do Desenvolvimento Urbano. (6) Rio de Janeiro: Bertrand

Brasil.

Wachowicz, L. A. (1991). O método dialético na didática. 2ªed. Campinas: Papirus.

Publicado
2017-06-02
Cómo citar
Ramos-Sacramento, A. (2017). O ESTUDO DA CIDADE E DO CIDADÃO: A CLASSE COMO INTERVENÇÃO DIDÁTICA PARA ENSINAR GEOGRAFIA. Revista Geográfica De América Central, 1(58), 101 - 123. https://doi.org/10.15359/rgac.58-1.4
Sección
Teoría, Epistemología, Metodología (Evaluados por pares)