Estágio supervisionado, práticas de escrita e dispositivos de formação

  • Marinalva Vieira Barbosa Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Juliana Bertucci Barbosa Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Palabras clave: estágio, escrita, dispositivo, formação

Resumen

Neste artigo, o objetivo é apresentar um relato acerca de como são organizadas as disciplinas de Estágio Supervisionado I e II, em Língua Portuguesa, na Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM). Da perspectiva teórica, apresentamos uma articulação entre concepções vindas do campo da Educação – sobre a organização do estágio nas instituições de ensino superior –, uma concepção discursiva de linguagem – baseada em Foucault (1989) e Bakhtin (1979/2003) – e uma concepção de experiência tal como proposta por Larrosa (2004). A partir dessa base teórica, assumimos que a escrita é componente fundamental à realização de uma formação que leve o futuro professor a construir conhecimentos próprios sobre a docência a partir do questionamento das relações possíveis (e os desafios existentes) entre teoria e prática. Trata-se, portanto, de um relato sobre a construção de dispositivos de formação – cujo eixo central é o movimento de reflexão-ação-reflexão – que permitam ao estudante de letras produzir uma escrita que seja o resultado de um conhecimento sobre o ensino da língua portuguesa.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor

Marinalva Vieira Barbosa, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Doutora em Linguística pela Unicamp. Professora do Departamento de Linguística e Língua Portuguesa da UFTM. Pesquisadora do projeto A escrita sobre as práticas de ensino em licenciaturas do Brasil, da Costa Rica e de Honduras: registro, análise e produção de conhecimento – Chamada universal MCTI/CNPQ Nº 14/2014, coordenado pelo professor Thomas Fairchild

Juliana Bertucci Barbosa, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Doutora em Linguística pela Unesp. Professora do Departamento de Linguística e Língua Portuguesa da UFTM. Pesquisadora do projeto A escrita sobre as práticas de ensino em licenciaturas do Brasil, da Costa Rica e de Honduras: registro, análise e produção de conhecimento – Chamada universal MCTI/CNPQ Nº 14/2014, coordenado pelo professor Thomas Fairchild

Citas

Bakhtin, M. (1979) (2003). Estética da criação Verbal. Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes.
Bueno, L. (2009). A construção de representações sobre o trabalho docente: o papel do estágio. São Paulo: Fapesp/Educ.
Carmagnani, A. M. (2010). A escrita como recusa da imobilidade: o autor e a política da criação de si. In: Coracini, M. J. R. Discurso e escrit(ur)a: entre a necessidade e a (im)possibilidade de ensinar. Campinas: Mercado de Letras.
Coracini, M. J. R. (2010). Discurso e escrit(ur)a: entre a necessidade e a (im)possibilidade de ensinar. In: Eckert-Hoff, B. M.; Coracini, M. J. R. F. Escrit(ur)a de si e alteridade no espaço papel-tela. Campinas: Mercado de Letras.
Fairchild, T. M (et.all.). (2014). A escrita sobre as práticas de ensino em licenciaturas do Brasil, da Costa Rica e de Honduras: registro, análise e produção de conhecimento. Projeto de pesquisa em andamento. Universidade Federal do Pará.
Foucault, M. (1989). Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal.
Larrosa, J. (2004). Linguagem e educação depois de babel. Belo Horizonte: Autêntica.
Macedo, L. (2002) Situação-problema: Forma e Recurso de Avaliação, Desenvolvimento de Competências e Aprendizagem Escolar. In: Perrenoud, P. et. Al. As competências para ensinar no século XXI: a formação dos professores e o desafio da avaliação. Porto Alegre: Artmed.
Perrenoud, P. et. Al. (2002). As competências para ensinar no século XXI: a formação dos professores e o desafio da avaliação. Porto Alegre: Artmed.
Pimenta, S. G; Lima, M. S. L. (2004). Estágio e docência. São Paulo: Cortez.
Queiroz, J.; Rodrigues, V. Uma introdução à utilização do diário de campo e da fotografia na pesquisa sociológica. Recuperado a 25 de dezembro de 2015, em http://www.isociologia.pt/App_Files/Documents/working14_101019094320.pdf
Publicado
2020-12-16
Cómo citar
Vieira Barbosa, M., & Bertucci Barbosa, J. (2020). Estágio supervisionado, práticas de escrita e dispositivos de formação. Revista Ensayos Pedagógicos, 41-54. https://doi.org/10.15359/rep.esp-20-1.2

Comentarios (ver términos de uso)