TERRITORIALIDADE GASTRONÔMICA: AS COZINHAS REGIONAIS COMO FORMA DE MEDIAÇÃO DO HOMEM COM O MEIO E COMO ATRATIVO TURÍSTICO

  • Miguel Bahl Universidade Federal do Paraná, Brasil
  • Maria Henriqueta Gimenes Sperandio Garcia Universidade Federal do Paraná, Brasil.
  • Letícia Nitsche Bartoszeck Universidade Federal do Paraná
Palabras clave: Cozinhas regionais, Geografia cultural, Brasil

Resumen

Tem-se como objetivo discutir as cozinhas regionais (conjunto de saberes-fazeres que englobam ingredientes, técnicas culinárias e receitas que são dispostas em um panorama relativamente coerente, delimitado geograficamente e passível de ser reconhecido como tal) como forma de mediação do homem com o meio, de criação e reforço de identidades, bem como atrativo turístico. Isso se dá na medida em que tais cozinhas são construídas a partir de ingredientes próprios de uma localidade (diretamente influenciados pelas características climáticas e de solo) e de todo um arcabouço cultural relativo ao grupo humano que a pratica e que propõe, inclusive, soluções tecnológicas associadas a mediações simbólicas a partir de seu habitus e estilo de vida (Bourdieu, 1983). A partir de exemplos brasileiros, e valendo-se do aporte teórico-metodológico da geografia cultural, este estudo entende as sociedades humanas como construções culturais (Claval, 2001) e o território dentro da perspectiva da apropriação e valorização simbólica de um grupo sobre o seu espaço (Haesbaert, 2001); utilizando-se ainda dos conceitos de topofilia (Tuan, 1980) e lugar (Tuan, 1983) para a discussão das relações do homem com o meio a partir da construção das cozinhas regionais e de seu uso no contexto turístico.

Biografía del autor

Miguel Bahl, Universidade Federal do Paraná, Brasil
Bacharel em Turismo e Licenciado em Geografia, Mestre e Doutor em Ciências da Comunicação.
Professor do Curso de Graduação em Turismo e do Programa de Mestrado e Doutorado em Geografia
Maria Henriqueta Gimenes Sperandio Garcia, Universidade Federal do Paraná, Brasil.
Bacharel em Turismo, Mestre em Sociologia e Doutora em História. Professora do Curso de Graduação em
Turismo
Letícia Nitsche Bartoszeck, Universidade Federal do Paraná
Bacharel em Turismo, Mestre em Geografia, Doutoranda em Geografia. Professora do Curso de Graduação
em Turismo
Cómo citar
Bahl, M., Gimenes Sperandio Garcia, M., & Nitsche Bartoszeck, L. (1). TERRITORIALIDADE GASTRONÔMICA: AS COZINHAS REGIONAIS COMO FORMA DE MEDIAÇÃO DO HOMEM COM O MEIO E COMO ATRATIVO TURÍSTICO. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/2181