URBANIZAÇÃO E QUALIDADE DE VIDA NO DISTRITO DE ICOARACI BELÉM/PARA/BRASIL

  • Maria de Jesus Benjamin da Silva Faculdade Ipiranga Belém/Pará.
  • Mario Benjamin Dias Universidade Federal do Pará.
Palabras clave: Urbano-ambiental, Qualidade de vida, Segregação. Urbanização

Resumen

O processo de urbanização trouxe para as cidades dois problemas graves: a exclusão social e a especulação imobiliária. No sentido de reverter a degradação do meio ambiente urbano, de acordo com o Estatuto da Cidade - Lei Federal 10.257, promulgada em 10 de julho de 2001,cabe ao administrador municipal fornecer os instrumentos necessários para planejar a cidade que desejamos e controlar o uso da propriedade, a fim de que não prejudique a qualidade de vida dos cidadãos

O objetivo deste trabalho é fazer uma reflexão sobre o conceito de qualidade de vida, destacando os possíveis indicadores e índices utilizados para avaliar tal qualidade e como os mesmos podem contribuir na evolução das Políticas Públicas voltadas para a problemática urbana e a qualidade de vida dos moradores citadinos em detrimento de uma acelerada urbanização, resultado de um processo desvinculado de ações mínimas de planejamento.no Distrito Administrativo de Icoaraci, pertencente a Região Metropolitana de Belém/Pará/Brasil.

Biografía del autor

Maria de Jesus Benjamin da Silva, Faculdade Ipiranga Belém/Pará.
Profª Drª em Ciências Humanas área de concentração Geografia Urbana pela faculdade de Filosofia Letras e  Ciências Humanas pela  Universidade de São Paulo, professora da Faculdade Ipiranga Belém/Pará.
Mario Benjamin Dias, Universidade Federal do Pará.
Profº Dr em Ciências Humanas área de concentração Geografia Urbana pela Faculdade de Filosofia Letras e  Ciências Humanas pela  Universidade de São Paulo. Professor Dr. Escola de Aplicação da Universidade Federal do Pará.
Cómo citar
Benjamin da Silva, M., & Benjamin Dias, M. (1). URBANIZAÇÃO E QUALIDADE DE VIDA NO DISTRITO DE ICOARACI BELÉM/PARA/BRASIL. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/2194