CONVERGÊNCIA E DIVERGÊNCIA NA ANÁLISE DO URBANO

  • Tânia Maria Fresca Universidade Estadual de Londrina – PR.
Palabras clave: organização espacia, convergência, divergência.

Resumen

O trabalho aborda a complexidade da organização espacial, vinculando sua análise ao uso dos processos de convergência e divergência como uma possibilidade de compreensão de diferentes caminhos da evolução de centros urbanos. Os processos referidos apresentam poder explicativo para as complexas mudanças que envolvem as transformações espaciais. Convergência e divergência são processos que coexistem, constituindo-se ainda em trajetórias que conduzem a resultados distintos, já que decorrentes da dinâmica econômica, política e social, permitindo-se identificar as dinâmicas relacionais e contraditórias entre as tendências homogeneizadoras e diferenciadoras.

Biografía del autor/a

Tânia Maria Fresca, Universidade Estadual de Londrina – PR.
Profa. Dra. do Departamento de Geociências. Universidade Estadual de Londrina – PR - Brasil.
Cómo citar
Fresca, T. (1). CONVERGÊNCIA E DIVERGÊNCIA NA ANÁLISE DO URBANO. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/2272