MESORREGIÃO GEOGRÁFICA TRIÂNGULO MINEIRO/ALTO PARANAÍBA – MG/BRASIL: A PRODUÇÃO SUCROALCOOLEIRA ENTRE O PERÍODO DE 1995 E 2006

  • Roberto Barboza Castanho Universidade Federal de Uberlândia
  • Linéia Silva Freitas Heliodoro Universidade Federal de Uberlândia
  • Eduardo Silveira Marques Universidade Federal de Uberlândia
Palabras clave: Cana–de–açúcar, Transformação sócio-espacial, Geotecnologias

Resumen

Nos últimos anos tem-se verificado uma mudança no espaço agropecuário regional da Mesorregião Geográfica Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, tendo como principal ator, o cultivo de cana-de-açúcar, que tem transformando as áreas anteriormente ocupadas pela agricultura e pecuária. Neste sentido, o objetivo central desta pesquisa é analisar a produção agropecuária da área em estudo, tendo como recorte temporal o ano de 1995 e 2006. Metodologicamente, além da revisão bibliográfica, também esta sendo realizado trabalho de campo, e a utilização das geotecnologias na espacialização, análise e interpretação dos dados obtidos tanto das fontes primárias, quando das fontes secundárias (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE). Como resultados já obtidos, pode-se observar uma crescente produção, tanto em relação à área, quanto em toneladas de cana-de-açúcar obtidos na região, principalmente, com os incentivos governamentais que o poder público vêm disponibilizando para a produção de etanol. Destaca-se também, a fertilidade dos solos encontrados nessa região.

Biografía del autor

Roberto Barboza Castanho, Universidade Federal de Uberlândia
Prof. Dr. Curso de Geografia
Linéia Silva Freitas Heliodoro, Universidade Federal de Uberlândia
Discente Curso de Geografia
Eduardo Silveira Marques, Universidade Federal de Uberlândia
Discente Curso de Geografia
Cómo citar
Barboza Castanho, R., Silva Freitas Heliodoro, L., & Silveira Marques, E. (1). MESORREGIÃO GEOGRÁFICA TRIÂNGULO MINEIRO/ALTO PARANAÍBA – MG/BRASIL: A PRODUÇÃO SUCROALCOOLEIRA ENTRE O PERÍODO DE 1995 E 2006. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/2491