PESQUISA E ENSINO EM GEOGRAFIA: A LINGUAGEM IMAGÉTICA PARA UMA EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA COM SENTIDO

  • Rejane Cristina de Araujo Rodrigues Universidade do Estado do Rio de Janeiro/UERJ
  • Mestre Fabio Tadeu M. Santana Universidade do Estado do Rio de Janeiro/UERJ Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro/PUC
Palabras clave: Educação geográfica, Produção Audiovisual, Linguagem Imagética

Resumen

O artigo apresentado reune alguns dos primeiros e mais significativos resultados alcançados nos útlimos dois anos de trabalho deste grupo a frente do projeto “A Produção Audiovisual no Ensino Básico: a Linguagem Imagética como Recurso para a Educação Geográfica”, o qual se constitui como uma linha de investigação integrante do Grupo de Pesquisa em Educação Geográfica (GPEG).

O projeto tem como objetivo principal analisar as possibilidades de uso da linguagem imagética como um meio para a construção do conhecimento espacial, ou seja, o uso de imagens como recurso didático para expressar conhecimentos, aliado à prática educativa da Geografia. A imagem é uma fonte de conhecimentos (SILVEIRA, 1996), é uma cristalização sensorial (MOLES, 1999) que cumpre, portanto, importante papel na transmissão de informações, na didática e em toda a atividade socialmente constituída.

O projeto se desdobra em duas linhas de trabalho a saber: análise e produção de material didático integrado às atividades da geografia e de outras disciplinas no ensino básico a partir de filmes e documentários; produção de material didático a partir das elaborações dos dicentes envolvidos com atividades curriculares da disciplina geografia em séries específicas.

Em nosso projeto, a produção audiovisual será analisada de forma a permitir a construção de uma proposta metodológica que articule as diferentes etapas da aprendizagem, explorando sua enorme capacidade de estímulo à memória, a chamada memória imagética, e, principalmente, as possibilidades que oferece como meio de construção do conhecimento, de interpretação crítico-reflexiva da realidade com efeitos sensíveis para a formação de cidadãos ativos e de uma sociedade mais autônoma.

Biografía del autor/a

Rejane Cristina de Araujo Rodrigues, Universidade do Estado do Rio de Janeiro/UERJ

 

Cómo citar
de Araujo Rodrigues, R. C., & Tadeu M. Santana, M. F. (1). PESQUISA E ENSINO EM GEOGRAFIA: A LINGUAGEM IMAGÉTICA PARA UMA EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA COM SENTIDO. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/2749