A EXPANSÃO DO ESPAÇO URBANO DA CIDADE DE AQUIDAUANA-MS/BRASIL E AS CAUSAS DA PROLIFERAÇÃO DA DENGUE

  • Flávio Cabreira dos Santos -Discente UFMS/CPAQ
  • Tércio Jorge Discente UFMS/CPAQ
  • Vicentina Socorro da Anunciação Andrade UFMS/CPAQ
Palabras clave: Dengue, Urbanização e Variabilidade Climática

Resumen

O crescimento e o adensamento populacional urbano no Brasil e particularmente na cidade de Aquidauana-MS tem se convertido em aspectos agravantes envolvendo a saúde. Referindo-se a área de estudo, a expansão urbana tem ocorrido no sentido norte, caracterizando como uma área periférica, com saneamento básico e ambiental deficitário, existência de hábitos vida rural no urbano, possibilitando o surgimento e ressurgimento de alguns males da saúde humana como, por exemplo, a dengue. O presente estudo contempla análise entre os casos notificados e confirmados da Dengue no espaço urbano de Aquidauana-MS relacionado com os elementos climáticos, especificamente: Temperatura e Precipitação. Partindo da hipótese de averiguar se o processo de urbanização da cidade de Aquidauana-MS pode ser responsabilizado pela ocorrência de episódios relativos a dengue e ao clima, este trabalho utiliza-se do método hipotético-dedutivo, trazendo uma reflexão dialética dos processos e formas espaciais a partir da ação dos agentes sociais modeladores do espaço urbano. Os resultados apontam correlações entre a produção do espaço urbano, os elementos climáticos e a saúde, além do desenvolvimento de determinados vetores.

Cómo citar
Cabreira dos Santos -Discente, F., Discente, T., & da Anunciação Andrade, V. (1). A EXPANSÃO DO ESPAÇO URBANO DA CIDADE DE AQUIDAUANA-MS/BRASIL E AS CAUSAS DA PROLIFERAÇÃO DA DENGUE. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/2778