A RECUPERAÇÃO DE UMA PARCELA DE SOLO DEGRADADO NAMICROBACIA DO IGARAPÉ APEÚ, NE DO ESTADO DO PARÁ, BRASIL

  • Odete Cardoso de Oliveira Santos Universidade Federal do Pará
Palabras clave: Adubagem, recuperação, solo

Resumen

O presente trabalho tem por finalidade apresentar os resultados de um tratamento experimental de uma parcela de solo ARGISSOLO AMARELO Distrófico latossólico A moderado, texturas arenosas e média, associado ao Neossolo Quartzarênico e ao Espodossolo Ferrocárbico, degradado, na microbacia do Igarapé Apeú, nordeste do estado do Pará. Para desenvolver esse trabalho escolheram-se duas áreas de solo nu, na Fazenda Buriti: uma às margens de um afluente do igarapé Apeú e outra a 1,20m de altura acima dessa área, realizou-se, inicialmente adubagem química, posteriormente, plantou-se mudas de palmeira da espécie Euterpe olerácia, Mart, popularmente denominada de Açaí. Por causa do aparecimento de sulcos e ravinas, realizou-se a planificação da área e introduziu-se adubagem orgânica para: diminuir a temperatura e aumentar a umidade do solo, formação de matéria orgânica e o melhoramento da fauna pedogenética. De acordo dom os resultados a área que estava a 1,20m de altura apresentou melhor resposta ao tratamento do que a que estava próximo às margens do afluente do igarapé Apeú.

Cómo citar
Cardoso de Oliveira Santos, O. (1). A RECUPERAÇÃO DE UMA PARCELA DE SOLO DEGRADADO NAMICROBACIA DO IGARAPÉ APEÚ, NE DO ESTADO DO PARÁ, BRASIL. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/2950