EVOLUÇÃO DA OCUPAÇÃO E NA CONFIGURAÇÃO TERRITORIAL DO MUNICÍPIO DE CANAVIEIRAS, BAHIA, BRASIL

  • Paulo César Aguiar Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus, Bahia
  • Nelma Bruno-Lima Universidade do Estado da Bahia
  • Ana Maria Moreau-Souza-dos-Santos Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus, Bahia
  • Ednice Fontes-de-Oliveira Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus, Bahia
Palabras clave: Região Sul da Bahia, Município de Canavieiras, Território, Transformações

Resumen

Este artigo tem como principal objetivo apresentar aspectos do processo de ocupação e de evolução na configuração do território do Município de Canavieiras (Bahia) no transcurso de sua história. Para a pesquisa procurou-se fazer levantamento em livros, artigos de jornais e revistas impressos ou publicados na internet, além de informações levantadas junto ao IBGE, e a SEI - Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia, sobre o município em questão e de aspectos históricos da Região Sul do Estado da Bahia. O município em estudo possui relativa importância no contexto da Região Sul do Estado da Bahia tanto pela sua história quanto por sua atual vocação e atrativos turísticos, e pela busca de diversificação econômica que vem passando. Historicamente o processo de ocupação e evolução do seu território se confunde com o da própria realidade regional. Este município chegou a ser importante produtor de cacau na região, na época áurea desse produto, atividade essa que também contribuiu para desmembramentos do seu território, originando outros municípios. Com o declínio da cacauicultura, tendo como agravante a inserção da praga vassoura-de-bruxa, este município perdeu certa importância socioeconômica no contexto regional, e na atualidade vem buscando lentamente a diversificação de sua economia.

 

Biografía del autor

Paulo César Aguiar, Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus, Bahia

Geógrafo. Mestre em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente pela UESC – Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus, Bahía.

 
Nelma Bruno-Lima, Universidade do Estado da Bahia

Graduada em Geografia pela UNEB – Universidade do Estado da Bahia, campus VI de Caetité, Bahia

Ana Maria Moreau-Souza-dos-Santos, Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus, Bahia
Profa. Dra. Titular da UESC. Departamento de Ciências Agrárias e Ambientais.
Ednice Fontes-de-Oliveira, Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus, Bahia
Profa. Dra. Adjunta da UESC. Departamento de Ciências Agrárias e Ambientais.

Citas

Biblioteca IBGE - Instituto Brasileiro De Geografia E Estatística (s. d.) (2010). Canavieiras -Bahia. Disponível em: http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/dtbs/bahia/canavieiras.pdf

Campos, J. da S. (2006). Crônica da Capitania de São Jorge dos Ilhéus. 3 ed. Ilhéus: Editus, p.819.

CEPLAC/ CACAU ANO 25. (1982). Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura. Escritório no Brasil: Unidade de Informação e Documentação. Brasília.

Costa, A. (1963). Canavieiras Sua História e Sua Gente (Lendas e Festas). Salvador: Imprensa Oficial da Bahia.

Durval Filho. (1983).Canavieiras Sua História. Salvador: Gráfica Scher Ind. Com. Ltda.

Fernandes, A. L. C. et al. (2008). Relatório I. Diagnóstico Socioeconômico e Demográfico e Aplicação de Metodologia. Município de Canavieiras – Bahia. Salvador: Carvalho Fernandes Consultoria em Planejamento e Gestão Ltda., dez.

França Filho, D. P. da. (2009). Pelos Caminhos da Fé: Aspectos da cristianização católica na história de Canavieiras. Caratinga: UNEC - Centro Universitário de Caratinga, p.150.

Haesbaert, R. (2002). Território, cultura e des-territorialização. In: Rosendhal, Zeny et al. (org.). Religião, Identidade e Território. Rio de Janeiro: EDUERJ.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia E Estatística. (2008). População estimada da Bahia: 2008. In: Estimativa de população 2008. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/estimativa2008/default.shtm>

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2008). Pesquisa agrícola municipal - município de Canavieiras: 2008. In: Produção Agrícola da Bahia. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/producaoagricola/estimativa2008/default.shtm>

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia E Estatística. (2010). População estimada da Bahia: 2010. Canavieiras. População 2010. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?

Mascarenhas, G. C. C. (2004). A atual conjuntura socioeconômica e ambiental da região Sul da Bahia e a agricultura sustentável como uma alternativa concreta. In: UZÊDA, M. C. (Org.). O Desafio da Agricultura Sustentável: alternativas viáveis para o Sul da Bahia. Ilhéus: Editus, p.131.

Ministério do Meio Ambiente. (2003). Fundo Nacional do Meio Ambiente. Relatório da 1ª fase de execução do convênio 074/2001. Projeto: ações integradas para conservação, recuperação e preservação ambiental do manguezal de Canavieiras – Bahia. PANGEA – Centro de Estudos Socioambientais. Salvador.

Nascimento, F. R. do (Coord.).( 1994). A Crise da Lavoura Cacaueira: Sua Natureza e Soluções (uma análise das possibilidades do cacau). Brasília: IPEA.

Nascimento, D. M. C.; Dominguez, J. M. L.; Silva, S. B. de M. e. (2009). Mudanças na Ocupação Econômica do Litoral Sul da Bahia: Os exemplos de Belmonte e Canavieiras. Revista Desenbahia. Disponível em http://www.desenbahia.ba.gov.br/recursos/news/video/%7BC7562424-BA33-49D4-9F6C-809EB0E48507%7D_Rev10_Cap1.pdf>

Nascimento, D. M. C.; Dominguez, J. M. L. (2010). Remanescentes da Cobertura Vegetal: Uma contribuição cartográfica à gestão ambiental na zona costeira dos municípios de Belmonte e Canavieiras na Bahia, Brasil. Cadernos de Geociências,7 (2). Disponível em:

Reis, F. (2003). Emancipação de Canavieiras foi a 13 de dezembro de 1832. Tabu, p.11-11; Canavieiras – BA, 1ª quinzena, nov. 2003.

Reis, F. (2006). Algumas considerações sobre os ciclos econômicos do município de Canavieiras. Tabu, p.6-6; Canavieiras – BA, 1ª e 2ª quinzenas, jan. 2006.

Rocha, L. B. (2008). A região cacaueira da Bahia – dos coronéis do cacau à vassoura-de-bruxa: saga, percepção, representação. Ilhéus: Editus, p.255.

Santos, M. (2001). Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. 6. ed. Rio de Janeiro: Record.

Santos, M. y Silveira, M. L. (2001). O BRASIL: Território e Sociedade no início do século XXI. 3. ed. Rio de Janeiro: Record.

Santos, P. R. dos. (2003). Desenvolvimento, Democracia e Meio Ambiente: Degradação e Fábula Ambiental no Sul da Bahia. Especiaria, Ilhéus - BA, 6, (11/12), p.241-262, jan./dez.

Sei – Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia. (1992). Região Sul da Bahia: panorama geoeconômico. Salvador, p.118.

Souza, M. J. L. de. (1995). O Território: sobre Espaço e Poder, Autonomia e Desenvolvimento. In: Castro, I. E. de; Gomes, P. C. da C.; Correa, R. L. Geografia conceitos e temas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil

Publicado
2015-05-01
Cómo citar
Aguiar, P., Bruno-Lima, N., Moreau-Souza-dos-Santos, A., & Fontes-de-Oliveira, E. (2015). EVOLUÇÃO DA OCUPAÇÃO E NA CONFIGURAÇÃO TERRITORIAL DO MUNICÍPIO DE CANAVIEIRAS, BAHIA, BRASIL. Revista Geográfica De América Central, 2(53), 189 - 216. https://doi.org/10.15359/rgac.2-53.9
Sección
Estudios de Caso (Evaluados por pares)