CONCEPÇÕES SOBRE O MEIO: PERCEPÇÃO DOS MORADORES DO CONJUNTO HABITACIONAL LAGOA DOURADA EM MANDAGUAÇU/PR/BRASIL

  • Cleres do Nascimento Mansano Universidade Estadual de Maringá (UEM)
  • Andréia Cristina Bueno Universidade Estadual de Maringá (UEM)
  • Sandra Freitas de Carvalho Escola Estadual Professor Francisco José Perioto.
  • Rosana Z. Steinke Universidade Estadual de Maringá.
Palabras clave: percepção do ambiente, qualidade de vida, tofofília, topofobia.

Resumen

Foi realizada uma investigação sobre a percepção do ambiente no conjunto habitacional da cidade de Mandaguaçu,PR_Brasil. A cidade está situada geograficamente na latitude 23º 20’ 49” S e longitude 52º 05’ 42” O e possui aproximadamente 292,115 km². No ano 2000, a cidade contava com uma população estimada em 16.828 habitantes. Atualmente, a cidade apresenta alguns lugares que são reconhecidos pela população e que são visitados como atração turística. Escolhemos o Parque Lagoa Dourada para nossa pesquisa, se encontra localizado no bairro central onde as praças são ricas em arborização e há o calçadão e o ginásio de esportes. O objetivo do estudo foi identificar as percepções dos moradores, em relação às paisagens topofílicas (bonita) e topofóbicas (feia). Como instrumento da pesquisa, foi utilizado um questionário, para diferenciar o perfil dos entrevistados e compreender as suas percepções referentes a qualidade de vida onde eles moram. Observamos que a maioria percebeu a diferença entre a paisagem bonita relacionada à natureza conservada e a paisagem feia à natureza degradada. Os moradores em sua maioria descreveram como paisagem bonita a lagoa, por se tratar de um ambiente agradável, de lazer da população e em com bastante vegetação. Também verificamos que os moradores mais antigos consideram o lugar que residem como agradável e tranquilo.

Biografía del autor

Cleres do Nascimento Mansano, Universidade Estadual de Maringá (UEM)
Doutoranda em Geografia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) - Maringá-PR-Brasil. Mestre em Educ. para Ciência e o Ens. da Mat. (UEM). Professora da área de ensino do Departamento de Geografia (DGE –UEM) e do Ensino Básico.
Andréia Cristina Bueno, Universidade Estadual de Maringá (UEM)
Licenciada em Geografia e professora do Ensino Básico Maringá – PR-Brasil
Sandra Freitas de Carvalho, Escola Estadual Professor Francisco José Perioto.

Licenciada em Geografia. Professora do Ensino de Geografia e Diretora da Escola Estadual Professor Francisco José Perioto – Ensino Básico, Mandaguaçu - PR.  Especialista em Inovações Metodológicas e instrumentais para o Ensino de Geografia pela FACINTER – Curitiba – PR.

Rosana Z. Steinke, Universidade Estadual de Maringá.
Graduada em História pela Universidade Estadual de Maringá. Mestre em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo. Doutoranda em História, área de Cultura e Poder na Universidade Federal do Paraná e professora colaboradora da Universidade Estadual de Maringá.
Cómo citar
do Nascimento Mansano, C., Bueno, A., Freitas de Carvalho, S., & Steinke, R. (1). CONCEPÇÕES SOBRE O MEIO: PERCEPÇÃO DOS MORADORES DO CONJUNTO HABITACIONAL LAGOA DOURADA EM MANDAGUAÇU/PR/BRASIL. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/2115