QUALIDADE DE VIDA E EQUIPAMENTOS URBANOS: PERCEPÇÃO DOS MORADORES DA CIDADE DE MARINGÁ-PR-BRASIL

  • Cleres do Nascimento Mansano UEM- Maringá-PR-Brasil. - UEM. (DGE –UEM)
  • Maria das Graças de Lima Universidade Estadual de Maringá (UEM)
Palabras clave: CIDADE, PERCEPÇÃO, EQUIPAMENTOS URBANOS, QUALIDADE DE VIDA

Resumen

Foi realizada uma investigação sobre a percepção do ambiente para alguns moradores de dois bairros de Maringá-PR-Brasil, sendo um de classe média baixa e outro nobre. O objetivo desse trabalho foi interpretar a dinâmica da cidade e dos moradores, bem como investigar as paisagens valorizadas (topofílicas) e as não-valorizadas (topofóbicas). Primeiramente, fez-se o levantamento da revisão bibliográfica sobre o tema. Em seguida, foi realizada a pesquisa de campo utilizando um questionário com questões objetivas e direcionadas. Observou-se que grande parte dos moradores aceita que a cidade apresente boa qualidade de vida, contudo, ao serem analisadas as respostas percebeu-se que essa percepção coletiva é fruto de uma ideia criada pela mídia e que muitas vezes não representa a percepção de vivência dos moradores.

Biografía del autor

Cleres do Nascimento Mansano, UEM- Maringá-PR-Brasil. - UEM. (DGE –UEM)
Doutoranda em Geografia.Mestre em Educ. para  Ciência e o Ens. da Mat.Professora colaboradora da área de Ensino do Departamento de Geografia
Maria das Graças de Lima, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Doutora em Geografia Humana. Professora do Departamento de Geografia (DGE),  e do Programa de Pós-graduação em Geografia (PGE-UEM); área de Metodologia da Pesquisa em Geografia Humana –

Cómo citar
do Nascimento Mansano, C., & das Graças de Lima, M. (1). QUALIDADE DE VIDA E EQUIPAMENTOS URBANOS: PERCEPÇÃO DOS MORADORES DA CIDADE DE MARINGÁ-PR-BRASIL. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/3158