ATIVIDADE PESQUEIRA NO DISTRITO DE ACUPE (Bahia-Brasil) E AS MUDANÇAS TERRITORIAIS A PARTIR DA INSERÇÃO DA ATIVIDADE DA CARCINICULTURA

  • Kássia Aguiar Norberto Rios Geografia pela Universidade Federal da Bahia – UFBA (Brasil).
  • Guiomar Inez Germani Universidade Federal da Bahia – UFBA (Brasil).
Palabras clave: Apropriação da natureza, Produção do espaço, Atividade Pesqueira.

Resumen

O presente trabalho busca analisar e compreender como se dá a produção do espaço no Distrito de Acupe, em Santo Amaro (Bahia - Brasil), cuja atividade principal é a pesca artesanal e as principais mudanças ocorridas, a partir da implantação de empreendimentos de cultivo de camarão em viveiro. Na perspectiva de entender o espaço geográfico em sua totalidade, busca-se analisar as contradições da produção do espaço por pescadores artesanais e carcinicultores. Em Acupe, pode-se observar através da relação dos territórios terra e água a materialização das contradições existentes entre os diferentes agentes que se apropriam do espaço.

Biografía del autor

Kássia Aguiar Norberto Rios, Geografia pela Universidade Federal da Bahia – UFBA (Brasil).
Mestranda em Geografia pela Universidade Federal da Bahia – UFBA (Brasil) e integrante do Projeto GeografAR -  A Geografia dos Assentamentos na Área Rural (UFBA/MGEO/CNPq).
Guiomar Inez Germani, Universidade Federal da Bahia – UFBA (Brasil).

Profa. Dra. da Universidade Federal da Bahia – UFBA (Brasil) e coordenadora do Projeto GeografAR -  A Geografia dos Assentamentos na Área Rural (UFBA/MGEO/CNPq).

Cómo citar
Aguiar Norberto Rios, K., & Germani, G. (1). ATIVIDADE PESQUEIRA NO DISTRITO DE ACUPE (Bahia-Brasil) E AS MUDANÇAS TERRITORIAIS A PARTIR DA INSERÇÃO DA ATIVIDADE DA CARCINICULTURA. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/2373