JUIZ DE FORA: INUNDAÇÕES, SANEAMENTO E ORDENAMENTO TERRITORIAL

  • Pedro José de Oliveira Machado UFF UFJF
  • Sandra Baptista da Cunha PPGG UFF CNPq
Palabras clave: ordenamento territorial urbano, inundações, saneamento

Resumen

O processo de urbanização de Juiz de Fora, uma das principais cidades do Estado de Minas Gerais, tem sua história completamente associada ao domínio das águas de seu principal rio. De fundamental elemento norteador da ocupação regional, desde o início do século XVIII, transformou-se em ponto de destinação final de todo efluente produzido pela cidade que ele viu nascer e crescer às suas margens. Nosso objetivo nesse artigo é apresentar os principais planos de saneamento e de controle das inundações do rio Paraibuna, concebidos de forma a dotar a cidade de salubridade e de novas áreas demandadas pelo rápido processo de expansão, o que, em grande medida, definiu seu atual ordenamento territorial urbano. A pesquisa está fundamentada em bibliografia específica, jornais de época e nos vários planos concebidos. A contribuição geográfica do trabalho é tornar acessível esse importante material histórico, raro e disperso, bem como aprofundar o conhecimento sobre a cidade e sua relação com seus recursos hídricos, para que se possa planejar mais adequadamente seu processo de expansão e gestão territorial.

Biografía del autor

Pedro José de Oliveira Machado, UFF UFJF
Professor do Departamento de Geociências/UFJF; Doutorando em Geografia/UFF
Sandra Baptista da Cunha, PPGG UFF CNPq
Professora do PPGG/UFF – Departamento de Geografia; Pesquisadora do CNPq
Cómo citar
de Oliveira Machado, P., & Baptista da Cunha, S. (1). JUIZ DE FORA: INUNDAÇÕES, SANEAMENTO E ORDENAMENTO TERRITORIAL. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/2455