AVALIAÇÃO COMPARATIVA, TEMPORAL E CARTOGRÁFICA DAS PRINCIPAIS LAGOAS LITORANEAS DE FORTALEZA (CEARÀ, BRASIL)

  • Fábio Perdigão Vasconcelos UECE. Coordenador do LAGIZC. CNPq.
  • Maria Antônia de Sena Neta UECE. FUNCAP.
  • Nayara Santos da Silva UECE. CNPq.
  • João Sílvio Dantas de Morais Universidade Estadual do Ceará – UECE. Universidade Federal do Ceará. CAPES.
Palabras clave: LAGOAS COSTEIRAS, ANÁLISE AMBIENTAL, GESTÃO INTEGRADA

Resumen

O município Fortaleza tem uma área de 336 km², apresentando três bacias hidrográficas: do Rio Cocó (215,9 km²), do Rio Maranguapinho (96,5 km²) e da vertente marítima (23,6 km²). Elas se caracterizam pela presença de lagoas e açudes, que constituem reservas de água doce, exercendo papel fundamental no suprimento hídrico da população, na manutenção do microclima, na valorização da paisagem urbana, sendo suporte de vida para varias espécies. As lagoas constituem também um potencial para desenvolvimento das atividades de pesca e lazer. O crescimento desordenado de Fortaleza tem gerado sérios problemas ambientais como os aterramentos e a poluição desses recursos hídricos. O presente trabalho teve como objetivo analisar o processo evolutivo das principais lagoas do sistema lacustre litorâneo de Fortaleza nas ultimas décadas. A metodologia consistiu em fazer uma análise comparativa de mapas e fotografias aéreas no período de 1958 a 2008 determinado o processo evolutivo de uso e ocupação desses recursos hídricos, utilizando técnicas de sensoriamento remoto. Pudemos observar a velocidade da ocupação urbana, identificar as áreas de maior degradação ambiental no entorno das lagoas, calcular as áreas devastadas e propor medidas de mitigação e de recuperação ambiental do sistema lacustre litorâneo da cidade de Fortaleza.

Biografía del autor

Fábio Perdigão Vasconcelos, UECE. Coordenador do LAGIZC. CNPq.
Professor Adjunto do Programa de Pós-Graduação em Geografia. Bolsista de Produtividade em Pesquisa
Maria Antônia de Sena Neta, UECE. FUNCAP.
Mestranda em Geografia. Bolsista da FUNCAP
Nayara Santos da Silva, UECE. CNPq.
Aluna do Bacharelado em Geografia.Bolsista de Iniciação Científica
João Sílvio Dantas de Morais, Universidade Estadual do Ceará – UECE. Universidade Federal do Ceará. CAPES.
Professor Assistente. Doutorando em Geologia. Bolsista
Cómo citar
Perdigão Vasconcelos, F., de Sena Neta, M., Santos da Silva, N., & Dantas de Morais, J. (1). AVALIAÇÃO COMPARATIVA, TEMPORAL E CARTOGRÁFICA DAS PRINCIPAIS LAGOAS LITORANEAS DE FORTALEZA (CEARÀ, BRASIL). Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/3142