GEOPOLÍTICA E FRONTEIRA OESTE: DIÁLOGOS COM MEIRA MATTOS E COUTO E SILVA

  • Jussaramar da-Silva
  • Nataniél Dal-Moro Universidade Católica Dom Bosco

Resumen

Carlos de Meira Mattos e Golbery do Couto e Silva são figuras de expressão no Brasil quando o assunto é geopolítica. Este artigo objetiva analisar como estes pensadores e formuladores de projetos, sobretudo à época da Ditadura Civil-Militar brasileira (1964-1985), difundiram suas teorias e quais práticas utilizaram para materializar os seus projetos. Os escritos desses autores, em especial os publicados na forma de livros, serão cotejados. O intuito específico é o de esboçar o pensamento destes formuladores de políticas nacionais a respeito da fronteira oeste do Brasil, bem como quais projetos julgavam imprescindíveis à defesa do território nacional e da Nação brasileira e quais tipos de ações as suas análises efetivaram. Enfim, recuperar aspectos que sinalizam como ficou o oeste brasileiro após a interferência desses estrategistas militares na região.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Nataniél Dal-Moro, Universidade Católica Dom Bosco
Pós-Doutor em História do Brasil pela Universidade Nova de Lisboa – Portugal. Pesquisador vinculado ao Núcleo de Estudos de História Social da Cidade (NEHSC) da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – Brasil e ao Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Local da Universidade Católica Dom Bosco – Brasil. E-mail: natanieldalmoro@bol.com.br

Citas

Abreu, S. de. (2001). Planejamento governamental: a SUDECO no espaço mato-grossense: contexto, propósitos e contradições. Tese (Doutorado de Geografia Humana) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo (USP), São Paulo.

Alves, M. H. M. (2005). Estado e oposição no Brasil (1964-1984). Bauru: EDUSC.

Amaral, L. (1927). A mais linda viagem: um “raid” de vinte mil kilometros pelo interior brasileiro. São Paulo/Cayeiras/Rio de Janeiro: Melhoramentos de São Paulo.

Arruda, A. de. (1980). ESG: história de sua doutrina. São Paulo/Brasília: GRD/INL/MEC.

Assunção, V. N. F. de. (1999). O Satânico Doutor Go: a ideologia bonapartista de Golbery do Couto e Silva. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), São Paulo.

Couto e Silva, G. do. (1967). Geopolítica do Brasil. Rio de Janeiro: José Olympio.

Couto e Silva, G. do. (1969). Interiorização, o grande tema em debate. Revista de Finanças Públicas, XXIX(279), 2-4.

Couto e Silva, G. do. (1981). Conjuntura política nacional: o poder executivo & geopolítica do Brasil. 3. ed. Rio de Janeiro: José Olympio.

Fernandes, F. (2006). A Revolução burguesa no Brasil. Ensaio de interpretação sociológica. São Paulo: Globo.

Freitas, J. M. C. (1999). A Escola Geopolítica brasileira. Lisboa: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas.

Hobsbawm, E. (1995). Era dos extremos: o breve século XX: 1914-1991. São Paulo: Companhia das Letras.

Ianni, O. (1979). A luta pela terra: história social da terra e da luta pela terra numa área da Amazônia. Petrópolis: Vozes.

Ianni, O. (1979). Colonização e contra-reforma agrária na Amazônia. Petrópolis: Vozes.

Ianni, O. (1979). Ditadura e agricultura: o desenvolvimento do capitalismo na Amazônia: 1964-1978. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

Joanoni Neto, V. (2007). Fronteiras da crença: ocupação do norte de Mato Grosso após 1970. Cuiabá: Carlini & Caniato/UFMT.

Kohlhepp, G. (2002). Conflitos de interesse no ordenamento territorial da Amazônia brasileira. Estudos avançados, São Paulo, 16(45), 37-61.

Laino, D. (1979). Paraguai: fronteiras e penetração brasileira. São Paulo: Global.

Lenharo, A. (1985). Colonização e trabalho no Brasil: Amazônia, Nordeste, Centro-Oeste: anos 30. Campinas: UNICAMP.

Lenharo, A. (1989). Sacralização da política. (2. ed.) Campinas: UNICAMP/Papirus.

Meira Mattos, C. de. (1975). Brasil, geopolítica e destino. Rio de Janeiro: BIBLIEX.

Meira Mattos, C. de. (1977). A geopolítica e as projeções do poder. Rio de Janeiro: BIBLIEX.

Meira Mattos, C. de. (1980). Uma geopolítica pan-amazônica. Rio de Janeiro: BIBLIEX.

Meira Mattos, C. de. (1990). Geopolítica e teoria de fronteiras: fronteiras do Brasil. Rio de Janeiro: BIBLIEX.

Meira Mattos, C. de. (2002). Geopolítica e modernidade: a geopolítica brasileira. Rio de Janeiro: BIBLIEX.

Miyamoto, S. (1984). Geopolítica e autoritarismo: o caso brasileiro. Marília: UNESP.

Miyamoto, S. (1985). A geopolítica e o Brasil Potência. Marília: UNESP.

Miyamoto, S. (1995). Geopolítica e poder no Brasil. Campinas: Papirus.

Moro, N. D. (2009). Representações da elite sobre o “povo comum” na cidade de Campo Grande (décadas de 1960-70). Fronteiras: revista do Programa de Pós-Graduação em História da UFGD, Dourados, 11 (20), 123-149.

Moro, N. D. (2014). Formas de conceber a terra no oeste do Brasil. História Revista: revista da Faculdade de História e do Programa de Pós-Graduação em História da UFG, Goiânia, 19 (1), 237-264. DOI: http://dx.doi.org/10.5216/hr.v19i1.30525

Olic, N. B. (1994). Geopolítica da América Latina. 8. ed. São Paulo: Moderna.

Panosso Netto, A. (2002). Geopolítica, agricultores e madeireiros na frente oeste de colonização: o caso do norte de Mato Grosso. Campo Grande: UCDB.

Rago, M. A. de P. (2008). José Ermírio de Moraes: a trajetória de um empresário nacional. São Paulo: Paz e Terra.

Silva, J. da. (2010). A Usina de Itaipu e a Operação Condor: o outro lado das relações bilaterais Brasil-Paraguai (1973-1988). Dissertação (Mestrado em História) – Programa de Estudos Pós-Graduados em História, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), São Paulo.

Silva, J. da. (2013). A ação das Assessorias Especiais de Segurança e Informações da Usina Binacional de Itaipu no contexto das atividades de cooperação extrajudiciais no Cone Sul. Cordis: revista eletrônica de história social da cidade, PUC-SP, São Paulo, (11), 219-251.

Tota, A. P. (2000). O imperialismo sedutor: a americanização do Brasil na época da Segunda Guerra. São Paulo: Companhia das Letras.

Turner, S. (2008). Queime antes de ler: presidentes, diretores da CIA e espionagem internacional. Rio de Janeiro/São Paulo: Record.

Vizentini, P. F. (2003). Relações internacionais do Brasil: de Vargas a Lula. São Paulo: Perseu Abramo.

Zago, L. G. (2007). Fronteira e Segurança Nacional no Extremo Oeste Paranaense: um estudo do Município de Marechal Cândido Rondon. Dissertação (Mestrado em História) – Programa de Pós-Graduação em História, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade de Passo Fundo (UPF), Passo Fundo.

Publicado
2017-06-02
Cómo citar
da-Silva, J., & Dal-Moro, N. (2017). GEOPOLÍTICA E FRONTEIRA OESTE: DIÁLOGOS COM MEIRA MATTOS E COUTO E SILVA. Revista Geográfica De América Central, 1(58), 125 - 150. https://doi.org/10.15359/rgac.58-1.5
Sección
Teoría, Epistemología, Metodología (Evaluados por pares)