PARTICIPAÇÃO POPULAR NA PREVENÇÃO E ENFRENTAMENTO DE DESASTRES AMBIENTAIS: RESULTADO DE UM ESTUDO PILOTO EM SANTA CATARINA, BRASIL

  • Débora Ferreira Universidade do Estado de Santa Catarina/Brasil (UDESC).
  • Lisangela Albino Licenciada e aluna do bacharelado em Universidade do Estado de Santa Catarina/Brasil (UDESC).
  • Mario Jorge Cardoso Coelho Freitas Universidade do Estado de Santa Catarina/Brasil (UDESC)
Palabras clave: Participação popular, prevenção de desastres naturais, Sistema de Informação Geográfica Participativo/SIG-P, planejamento e gestão territorial.

Resumen

Este trabalho apresentará resultados de um estudo piloto centrado na percepção, avaliação e mapeamento de risco de desastres naturais nas comunidades de Ilhota (Blumenau) e Braço Serafim (Luís Alves), Santa Catarina, Brasil. Trata-se de um estudo piloto inserido num projeto de maior amplitude relacionado com a participação das pessoas e das comunidades na prevenção e enfrentamento de desastres naturais.

Para além de questionários e entrevistas, recorre-se à utilização de metodologias participativas (em especial, metodologias de Sistema de Informação Geográfica Participativo/SIG-P). O presente trabalho assume uma significativa importância para a Geografia por que: se inscreve numa interface de pesquisa e ação entre a Geografia Física e a Geografia Humana; assume caráter inovador, uma vez que, por um lado, se trata de um domínio de pesquisa e ação recente, ainda em pleno desenvolvimento e, por outro, rompe com as tradicionais fronteiras entre o saber científico-técnico e o saber comunitário, promovendo uma verdadeira ecologia de saberes; tem larga aplicação, não só aos desatres naturais, mas ao planejamento e gestão do território como um todo. Para além desta importância, o trabalho tem uma enorme relevância social, nomeadamente por via dos recentes desastres naturais, especificamente deslizamentos e enchentes, ocorridos em Santa Catarina/Brasil em 2008 e a eminência de novas ocorrências em anos próximos.

Biografía del autor

Débora Ferreira, Universidade do Estado de Santa Catarina/Brasil (UDESC).
Turismóloga, aluna do Mestrado em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Socioambiental (MPPT) – Universidade do Estado de Santa Catarina/Brasil (UDESC). Bolsista da FAPESC na pesquisa: Promoção de competências para ação na prevenção de desastres naturais: estratégias educativas e de participação pública
Lisangela Albino, Licenciada e aluna do bacharelado em Universidade do Estado de Santa Catarina/Brasil (UDESC).
Licenciada e aluna do bacharelado em Geografia – Universidade do Estado de Santa Catarina/Brasil (UDESC). Bolsista de iniciação científica e aluna do Curso de Especialização em Gestão de Riscos de Desastres para o Desenvolvimento Socioambiental.
Mario Jorge Cardoso Coelho Freitas, Universidade do Estado de Santa Catarina/Brasil (UDESC)
Biólogo, Doutor em Educação, Professor Visitante do Departamento de Geografia da Universidade do Estado de Santa Catarina/Brasil (UDESC), professor do Mestrado do MPPT e do Curso de Especialização em Gestão de Riscos de Desastres para o Desenvolvimento Socioambiental.
Cómo citar
Ferreira, D., Albino, L., & Cardoso Coelho Freitas, M. (1). PARTICIPAÇÃO POPULAR NA PREVENÇÃO E ENFRENTAMENTO DE DESASTRES AMBIENTAIS: RESULTADO DE UM ESTUDO PILOTO EM SANTA CATARINA, BRASIL. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/2530