A FORMAÇÃO TERRITORIAL DO MARANHÃO, TRANSFORMAÇÕES ESPACIAIS E TERRITORIAIS DA IMPLANTAÇÃO DO CENTRO ESPACIAL DE ALCÂNTARA.

  • Bruno Soares Romão Universidade Federal do Pará. Brasil
  • Ana Luiza Araújo e Silva Universidade Federal do Pará (UFPA).
  • Emerson Luiz Leal Seabra Universidade Federal do Pará (UFPA).
  • Silvio Corrêa da Silva Universidade Federal do Pará (UFPA).
Palabras clave: Desterritorialização, Mobilidade humana, Centro de lançamento de Alcântara.

Resumen

No início da década de 1980, o governo federal brasileiro decide implantar no município de Alcântara, Estado do Maranhão, leste da Amazônia brasileira, um centro de alta tecnologia de lançamento de foguetes o qual objetivava colocar em órbita satélites, o que seria um dos maiores e ambiciosos projetos científicos do país. Contudo, para viabilização do projeto seria necessário realizar a desterritorialização de milhares de pessoas, essencialmente comunidades quilombolas e tradicionais, as quais ocupavam uma área aproximadamente de 52.000 hectares, havia cerca de 300 anos. A finalidade deste estudo é identificar e analisar os impactos da implantação do centro de lançamento na época e dias atuais, as transformações espaciais e territoriais imediatas ao início da efetivação do projeto, os conflitos políticos entre as populações e Estado, quais as conseqüências diretas das ações de implantação da base de lançamento à população atingida. Outro objetivo refere-se à compreensão da formação histórico-territorial do Estado do Maranhão e de Alcântara para entender as relações sociais e o território à época. Para efetivação desse estudo foram realizados levantamentos bibliográficos, documentais e de imagens. A principal contribuição que este artigo busca se refere à abordagem geográfica desse caso bastante relevante que, todavia, não recebeu a devida atenção haja vista a enorme carência de estudos e pesquisas geográficas acerca do tema.

 

 

Biografía del autor

Bruno Soares Romão, Universidade Federal do Pará. Brasil
Estudante de graduação
Ana Luiza Araújo e Silva, Universidade Federal do Pará (UFPA).
Discente em Geografia
Emerson Luiz Leal Seabra, Universidade Federal do Pará (UFPA).
Discente em Geografia
Silvio Corrêa da Silva, Universidade Federal do Pará (UFPA).
Discente em Geografia
Cómo citar
Romão, B., Araújo e Silva, A., Leal Seabra, E., & da Silva, S. (1). A FORMAÇÃO TERRITORIAL DO MARANHÃO, TRANSFORMAÇÕES ESPACIAIS E TERRITORIAIS DA IMPLANTAÇÃO DO CENTRO ESPACIAL DE ALCÂNTARA. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/2644