O CURRÍCULO DE GEOGRAFIA ENTRE PLÁGIOS E EQUÍVOCOS HISTÓRICOS: APONTAMENTOS DE ALGUNS PROBLEMAS NO REFERENCIAL CURRICULAR DE GEOGRAFIA PARA A 2ª FASE DO ENSINO FUNDAMENTAL (6º AO 9º ANOS) DO TOCANTINS

  • Juliano Rosa Gonçalves Instituto Federal de Brasília – IFB
Palabras clave: Geografia Escolar, Currículo, História da Geografia, Tocantins

Resumen

O presente artigo apresenta reflexões sobre alguns aspectos do currículo de Geografia elaborado pela Secretaria de Educação do Tocantins e destinado às escolas públicas estaduais. É parte de uma pesquisa de mestrado defendida em 2010. Esse texto, particularmente, foca, sobretudo, na abordagem inapropriada da história da Geografia Escolar e na ocorrência de plágios de textos presentes nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN). Para tanto, o texto lançará mão da comparação entre o que os documentos curriculares propõem e a discussão estabelecida na literatura geográfica. As impropriedades encontradas influenciam diretamente na identidade da Geografia Escolar, uma vez que fornece uma urdidura teórica pouco consistente. Essa pouca consistência, por sua vez, redunda em pouca utilidade do documento, para o professor, no auxílio a sua pratica pedagógica. Por fim, ressalta a importância de pensar o conceito de geograficidade para a identidade da Geografia Escolar.
Cómo citar
Gonçalves, J. (1). O CURRÍCULO DE GEOGRAFIA ENTRE PLÁGIOS E EQUÍVOCOS HISTÓRICOS: APONTAMENTOS DE ALGUNS PROBLEMAS NO REFERENCIAL CURRICULAR DE GEOGRAFIA PARA A 2ª FASE DO ENSINO FUNDAMENTAL (6º AO 9º ANOS) DO TOCANTINS. Revista Geográfica De América Central, 2(47E). Recuperado a partir de https://www.revistas.una.ac.cr/index.php/geografica/article/view/2806